T.I. Muda de Vida

Hoje apresentamos uma ideia e técnica desafiante que pode ser usado tanto em contexto de gabinete como num contexto de grupo.

Precisamos de folhas em branco e canetas! Figuras (2)

Contexto de Grupo

Convidamos a sentar-se em círculo, depois de relaxarem e falarem com cada um dos colegas, apresentamos a temática:

“O que fariam se quisessem mudar de vida, de forma a torna-la mais interessante e excitante? Nessa folha em branco escrevam as 10 coisas que possam vir a vossa cabeça!”

Nestes contexto é muito importante reforçar com algumas expressões:

  • Não há certos nem errados, somente desejos!
  • Deixem todas as ideias e desejos fluírem dentro da vossa mente e escreverem serenamente!

De seguida, avançamos para a apresentação das ideias, podendo ser mais fácil coloca-las no quadro, quando verificamos alguma timidez por parte de alguns elementos do grupo, tendo em conta que o foco da atenção estará desviada para o quadro e não para a pessoa.

Podemos avançar para o debate das várias propostas e dos vários desejos, permitindo compreender o que poderá estar a condicionar a cada uma das pessoas a concretizar um desejo numa realidade.

Será importante trabalhar no grupo o respeito pelo desejo do outro, como a compreensão das limitações que possam existir.

É relevante compreender que nos grupos que possam apresentar diferentes faixas etárias, poderá existir alguma dificuldade em compreender o contexto social e familiar de alguns participantes e respectivas limitações, sendo importante gerir cada momento do debate.

 

Já num contexto individual, o processo será semelhante contudo será importante fazê-lo gradualmente, caso o utente possa apresentar dificuldades em definir para além de 2 a 3 desejos.

Será importante, poderem escolher 1 a 2 desejos e reflectir com base alguns pontos, como:

  • As limitações;
  • As ideias pré concebidas sobre o que poderá acontecer;
  • As expectativas que os outros possam ter;
  • As desilusões que acreditam que poderão provocar no outro.

E ponderarem as vantagens e desvantagens numa real mudança, para promover uma consciência dos passos que poderão dar.

 

Referências Bibliográficas
83 Jogos Psicológicos – Sabina Manes – Paulus