Sensibilização Bullying – 20 de Outubro

Estimado jovem, 

hoje escrevemos-te para partilhar contigo alguma sabedoria das nossas experiências e que possas compreender um pouco melhor esta coisa do Bullying.

Qualquer acto que seja feito a ti,

que possa iniciar-se numa “brincadeira ingénua e infantil”, como colocar papelinhos nas tuas costas com acções para os outros fazerem,

que possa ser uma “brincadeira ingénua e infantil”, como chamarem-te nomes porque recusas fazer algo que o outro quer,

que possa ser “brincadeira ingénua e infantil” como ameaçarem-te quando não queres fazer algo que possa ser mau para ti ou para o outro,

que possa ser “brincadeira ingénua e infantil” que possam obrigarem-te a ser algo que não és para te enquadrem num grupo,

que possa ser “brincadeira ingénua e infantil”, como quando não te conseguem quebrar por dentro,

te tentam quebrar por fora, batendo-te, humilhando-te, ofendendo-te, gritando-te, e fazendo com que todos os outros a volta tenham esse comportamento contigo estando tu sozinho no meio do grupo a ser batido, humilhado, ameaçado, ofendido e por último abandonado..

será importante informar-te que a “brincadeira ingénua e infantil” é uma forma de agressão para com a tua pessoa. E ISSO NÃO É CORRECTO E NEM ELES SÃO TEUS AMIGOS!

Um amigo não bate, não humilha, não ameaça, não ofende, não grita, não abandona!

Bullying VI

 

O que tu precisas de fazer?

Nesse preciso momento que possas estar sozinho, e que não haja ninguém para te ajudar nesse momento, será importante:

  1. Manter alguma da possível calma que possas ter!
  2. Respirares fundo!
  3. Não devolveres no momento qualquer acção ao agressor ou aos agressores!

Num segundo momento ires falar com um adulto:

  1. E dizeres o que se passa!
  2. Se o adulto estiver distraído ou tiver uma postura critica (que sintas que não te irá apoiar);
  3. Respira fundo e procura na escola um adulto que costuma ouvir sem se chatear, sem colocar o outro em causa. 
  4. E vais encontrar o adulto para te ouvir e te ajudar a encontrar uma solução. 
  5. Se virem que a situação poderá implicar falta de segurança será conveniente falarem com as autoridades.

Podes ligar para o número: 800 200 212  que está ligado aos serviços da Policia Judiciária, ou SOS Criança:  217 931 617 ou pelo número gratuito 116 111.

Podem também aceder ao site do  IAC – Instituto de Apoio à Criança e falares directamente com eles por chat. Podes também ligares para a APAV – Associação de Apoio à Vítima  e expores a situação e pedires ajuda.

Bullying VIII

Em momentos posteriores

  1. Manter a calma;
  2. Manter-te em segurança;
  3. Se encontrares a pessoa, usares uma linguagem simples e directa;

Evita qualquer comportamento que te possa colocar em perigo ou te possas arrepender mais tarde.

Jovem, se vires alguém a passar por esta situação, será importante manteres a calma, e depois falares com um adulto que possa ajudar, de forma a verem a melhor solução para a situação. Podes também passares tempo com ele para o ajudar a sentir-se melhor, mostrando que te preocupas e é importante para ti a sua amizade. 

Irás ajuda-lo imenso.

Um grande abraço

 

Equipa

Latitudes World Therapy

 

 

Poderá aceder as seguintes referências que serviam de apoio a elaboração do presente artigo:
Bullying Não – Recursos Digitais
CyberBullying – Internet Segura
Centro de Prevenção Bullying – Facebook