T.I. ABC – Monitorização de Crenças

ABC – Monitorização de Crenças

Numa sessão de psicologia, é importante termos algumas técnicas de intervenção, nomeadamente realizarmos a monitorização das crenças de alguns episódios de vida que um utente pode criar.

 Iniciamos com a identificação de um antecedente ou acontecimento que poderá ter sido o gatilho de uma determinada crença.

  • Qual foi a situação?

Seguimos com a definição dos pensamentos que surgiram nesse momento, e a crença que foi construída nesse momento de elevado stress.

  • Quais as crenças/pensamentos que tem sobre a situação?
  • O quanto lhe parece ser verdadeiro numa escala de 0 – 100%?

Por último respondemos algumas perguntas referentes as consequências que advêm dessa situação, como:

  • Como se sentiu quando a situação aconteceu?
  • Como reagiu?
  • Como os outros reagiram?

Compreender as diferentes dinâmicas que surgem em cada uma das crenças, de forma a numa segunda fase desconstruir as mesmas.

Algumas anotações relevantes:

  • Será deverás importante avaliar se o utente poderá se sentir tranquilo a escrever, caso sinta que poderá estar alterado emocionalmente, será recomendado que seja o terapeuta a registar a informação;
  • Escuta Activa do discurso do utente, tendo em conta que alguns utentes confundem emoções e pensamentos, acabando por responder a emoção com expressões: “Eu pensei… Eu acho…”, quando o que é pedido é emoção (Eu senti…).

 

Boas intervenções!