T.I. na Afasia

Na continuidade do que foi falado no artigo de Afasia vimos mostrar técnicas possíveis de intervenção.

As áreas mais afectadas em casos de Afasia são a:

  • Fluência;
  • Compreensão;
  • Repetição;
  • Nomeação;
  • Leitura;
  • Escrita.

Intervenção com logo

 

 

Estratégias a serem utilizadas para cada uma

 

Fluência / expressão oral

Descrever a rotina diária, imagens, e com a ajuda do técnico aumentar a complexidade da descrição, o vocabulário, organizar  a construção frásica, associar  opostos, características.  Exemplo de materiais: cartões – intruso.

 

Compreensão

Cumprir ordens simples aumentando o nível de dificuldade das mesmas, aumentar o número de ordens, identificar e categorizar um grupo de imagens dado pelo terapeuta  Exemplo: elaboração de uma receita de bolo.

 

Repetição

Repetir dias da semana, letras de musicas, lengalengas, palavras.  Exemplo: cantar uma musica ou lengalenga.

 

Nomeação

Recorrendo a pistas fonológicas nomear ou completar uma frase. Exemplo: provérbios por escolha de imagem.

 

Leitura e escrita

Atendendo às capacidades motoras do paciente, podemos formular uma frase através de recortes de jornais e revistas, e copiá-la ou completar uma frase iniciada pelo terapeuta.

 

Terapia da Fala 2

 

Qual a importância da intervenção (indirecta) dos familiares e cuidadores?

  • Fortifica a relação familiar;
  • Reforçar e dar continuidade ao trabalho feito em contexto terapêutico, de modo a potenciar a evolução do paciente.
  • Permite haver mais esforço por parte do paciente e maior compreensão do processo terapêutico por parte do cuidador;

 

Rotina dos cuidadores – TEMPO

Terapia da FalaSerá relevante dizer que todas as actividades ou tarefas do dia a dia são proveitosas para estimular e favorecer o prognostico de recuperação  é relevante lembrar que este trabalho necessário para a recuperação requer bastante empenho e tempo.

 

Boas práticas!