T.I. de Disartria

Na Disartria, tema desta semana, devem ser trabalhadas áreas como a respiração, a fonação, as praxias buco-faciais, a articulação, a prosódia, o controlo postural, a deglutição e a mastigação.

Mostramos-lhe alguns exemplos de exercícios que podem ser feitos relativamente às praxias buco-faciais:

Lábios:

  • Morder o lábio superior com os dentes inferiores (repetir 6x);
  • Morder o lábio inferior com os dentes superiores (repetir 6x);
  • Realizar o estiramento dos lábios (como se dissesse um “i” prolongado) e a contração dos mesmos alternadamente (como se dissesse um “u” prolongado) (repetir 6x);

Língua:lingua

  • Com a boca aberta tocar com a ponta da língua na bochecha direita e depois na esquerda alternadamente (repetir 6x);
  • Também com a boca aberta tocar com a ponta da língua nos dentes incisivos superiores e depois nos inferiores alternadamente (repetir 6x);
  • Com a boca aberta tentar tocar com a ponta da língua no nariz e posteriormente no queixo alternadamente (repetir 6x);

Mandíbula:

  • Abrir e fechar a boca ao mesmo ritmo até à amplitude máxima (repetir 6x);
  • Mover a mandibula para a frente e para trás (protrusão e retração) alternadamente (repetir 6x);
  • Mover a mandibula para a esquerda e para a direita alternadamente (repetir 6x).

Estes exercícios são alguns exemplos de actividades realizadas para trabalhar as praxias buco-faciais. Contudo, em caso de alterações deve procurar a opinião de uma Terapeuta da Fala de forma a que esta avalie e faça um plano de intervenção especifico (para cada paciente).

Boas práticas!

Boas leituras!