M.I. Cartas Pingo Doce​ – Animais Marinhos

Hoje vamos falar do Jogo Cartas de Animais Marinhos – Pingo Doce! Uma parceria que decorreu entre o Pingo Doce e o Oceanário de Lisboa.

Nome Jogo Cartas de Animais Marinhos
Marca  Pingo Doce em Parceria com o Oceanário de Lisboa
Local de compra Lojas Pingo Doce
Custo Aproximado

 Por cada compra realizada era dado um conjunto de cartas para coleccionar!

peixesMaterial contém:

  • 120 Cartas sobre as diversas espécie marinhas;
  • Curiosidades acerca das espécies.

Recomendado a mais de 4 anos.

Orientações para Jogar:

  • Poderá usar-se a criatividade, mas será interessante poder, à vez, cada jogador efetuar a descrição do respetivo animal da sua carta (escolhida aleatoriamente) e o outro jogador tentar adivinhar qual o animal;
  • Mímica do animal, para o outro jogador adivinhar;
  • Agrupar/categorizar por diferentes espécies;

Objectivo do jogo permite trabalhar

  • Criatividade;
  • Vocabulário;
  • Articulação;
  • Elaboração de descrição;
  • Categorização por espécies animais e oceanos, num contexto secundário por cores e tamanhos!

Intervenção com logo

 

Diferentes Aplicações

 

Intervenção em Psicologia

Em intervenção, poder-se-á utilizar as sugestões referidas anteriormente, nomeadamente:

  • Categorização por espécies – permite promover organização e planeamento;
  • Desenvolver a criatividade – através da mímica;
  • Descrição de cada animal – fluência verbal e rapidez de processamento;
  • Cedência de vez, respeito pelo outro em contexto jogo.

Recomendação Criativa Latituniense: Pode-se jogar ao Quem é Quem no Oceano, com o número de cartas repetidas que saem, pode ser um excelente recurso para se fazer com os pequenos utentes, dinamizando a atenção e a concentração!

 

Intervenção em Terapia da Fala

Na sessão de intervenção podemos promover diferentes áreas que podem ir desde:

  • O vocabulário – dinamizar os nomes originais de alguns peixes como por exemplo o “roncador-listrado-americano“!
  • O discurso – promover a criação de frases que possam envolver cada um dos peixes como se fossem personagens de uma peça de teatro ou de um filme!
  • A categorização semântica – organização e estimulação dos mapas mentais;
  • A nomeação – cores, tamanhos, oceanos, números;
  • A contagem – das cartas por oceanos ou ordenação das cartas do peixe mais pequeno para o maior e respectiva contagem dos peixes que existem na categoria.

Oceano

Recomendação Criativa Latituniense: Como existem várias cartas que sairam repetidas podem ser criado o jogo do peixinho, muito adequado ao tema, com 10 a 12 conjuntos de peixes iguais, usando os nomes mais diferentes e com mais palavras para estimular a correcta articulação!

 

Utilização Familiar

Partindo do pressuposto que a criança conhece as cartas e seu conteúdo ainda antes dos pais, estes poderão mostrar-se receptivos e entusiastas perante a possibilidade de aprenderem com a criança sobre estes animais! Podem ajudar a criança a completar a colecção e colocar na caderneta!

No fundo, aderir ao conhecimento que a criança poderá partilhar com os pais, fomentando a sua autoconfiança.

 

Bons jogos!

 

*Fora de stock.