Emociona-Te! com Euphoria

O que faríamos se alguém que gostássemos estivesse perto de partir e não quisesse sofrer mais?

Será que há perguntas fáceis e com respostas?

cartaz

 

Sinopse do filme

Euphoria é um filme que estreou em 2017, que conta a escolha de Emilie sobre o seu destino.

Emilie descobre anos antes que têm um cancro, realiza todos os tratamentos necessários, contudo compreende que apesar de tudo o seu destino está próximo.

Nesta altura contacta a irmã, Ines e pede para acompanha-la numa viagem, até a uma casa de retiro.

Nesse momento é partilhado com a irmã, a necessidade de reflectirem sobre as suas vidas, e todo o sofrimento após a morte da mãe.

Durante este tempo, Emilie partilha as suas preocupações com Marina, a responsável da casa de retiro, pela relutância da irmã. E por todas as pessoas que passam por lá, são abordadas várias perspectivas sobre partida de cada um. Os direitos e os deveres!

 

Reflexões filosóficas do filme

4092848.jpg-r_1280_720-f_jpg-q_x-xxyxx

É um filme poderoso que fala sobre a eutanásia, do direito de morrer com alguma qualidade de vida, mesmo no meio de um sofrimento atroz.

É um tema que levanta várias questões morais:

  • Se nos escondessem uma notícia de uma doença terminal?
  • Se nos negassem o acompanhamento ao longo de um caminho sinuoso e sofrido?
  • Se quiséssemos guardar só para nós o nosso destino?

Será que existem respostas certas a questões tão intensas?

 

Recomendações

 

Intervenção Individual

euphoria-euphoria

É o tipo de filme que podemos recomendar quando surgem várias perguntas sobre a partida de cada um como a reflexão do sofrimento.

O sofrimento da pessoa doente como o cuidador ou cuidadores.

É intenso e revelador de vários aspectos, do salvaguardar da nossa intimidade, da amizade nos últimos momentos, da liberdade de escolha do destino que queremos ter num último momento.

É um bom recurso, porque retira o impacto das crenças religiosas como os julgamentos da sociedade, descreve o processo, promovendo empatia.

Recomenda-se que possa ser abordado, após a visualização, tendo em conta a carga emocional que o mesmo apresenta.

 

Intervenção em Grupos

Eva Green and Alicia Vikander in EuphoriaNum contexto de grupo, é relevante que seja visualizado, primeiramente seguindo-se pela reflexão em grupo.

A reflexão em grupo pode ser realizada de duas formas:

  • Assembleia com dois lados – a favor da eutanásia ou contra a eutanásia;
  • Debate de ideias, onde cada um apresenta as suas ideias sobre o assunto.

Em qualquer um dos temas é relevante reflectir-se sobre:

  • Sofrimento pessoal – biológico e psicológico;
  • Sofrimento dos cuidadores – psicológico;
  • Crenças que cada um defende;
  • A compreensão sobre a sua liberdade e a importância da escolha do seu destino.

Desde esse momento conseguimos compreender como poderá evoluir a discussão de ideias, ajudando a tornar mais flexível o modo de pensamento de cada jovem.

É importante salvaguardar que não existem um lado correcto, existem somente perspectivas pessoais sobre o tema.

 

 

 Boas intervenções!