Emociona-Te! com Inside Out

Sabe quais são as emoções que acompanham o seu dia-a-dia? E se num momento as suas emoções perdessem o controlo do seu dia-a-dia?

E como explicar a qualquer pessoa o que vai dentro da nossa cabeça e do nosso coração?

 

Sinopse do Filmeinside-out

O filme apresenta a Riley, uma adolescente que mudou recentemente de cidade! Com a mudança para uma nova cidade, as emoções de Riley, que tem apenas 11 anos de idade, ficam extremamente agitadas.
Uma confusão na sala de controle do seu cérebro deixa a Alegria e a Tristeza de fora, afectando a vida de Riley radicalmente.

 

Reflexões filosóficas do filme

 

O filme aborda várias situações, contudo centra-se na elaboração de um luto emocional, que inicia-se quando a Riley, a personagem principal do filme muda de cidade devido ao trabalho do pai.

O filme é um excelente instrumento para explicar como funcionam todas as áreas do nosso cérebro, e como relacionamos as crenças, valores, ideias, projectos, desejos que viajam no comboio que atravessa com regularidade o cerebro da Riley, ao mesmo tempo que se criam memórias que posteriormente são arquivadas pelas emoções.

Inside-Out-litho-TrainOfThought

A beleza do filme prende-se com simplicidade que conjuga todos os conceitos que têm surgido da investigação ao órgão mais complexo e deslumbrante que é o cérebro humano, e explica como tudo se interliga.

Pela aventura que a Alegria e a Tristeza, passam conhecendo o amigo imaginário – Bing Bong – que as ajuda na descoberta dos estúdios onde são feitos os sonhos de cada noite. Como também se explica a utilidade do pesadelo, ao mesmo tempo, que a aventura continua pelos recantos mais escondidos do cérebro.

Long_term_MemoryPelas imagens vemos também como a nossa memória é usada, como as várias cores que todas vão assumindo, acabando por ajudar a compreender ao espectador, que sempre que guardamos alguma informação, ela é arquivada com uma emoção associada.

Explica-se a importância das memórias episódicas na estruturação das ilhas (áreas de importância por afectividade) que asseguram o bem estar de cada ser humano, ao mesmo tempo que se explica que sempre que visitamos determinadas memórias, podemos associar novas emoções, acabando por reestruturar a nossa base.inside_out_forgetters

E por último, a Tristeza assume liderança da mesa de controlo! Este passo é fundamental para ajudar a compreender a utilidade da Tristeza na elaboração das nossas emoções, apresentando a capacidade de pensarmos porque razão precisamos deixar sentir a dor, para conseguirmos seguir em frente na estrada que é a nossa vida!

O filme fala de um dos processos mais intensos e mais impactantes da nossa estrutura humana – o LUTO.

Inside-Out-estreno-españa-1220x399

Recomendações

Intervenção Individual

Precisamos de filmes que possam ajudar os utentes a compreenderem os processos cognitivos ao mesmo tempo que explicamos as funções das emoções, dos pensamentos nos nossos comportamentos, e este filme resume tudo isso!

Podemos elaborar com os pais, os vários processos cognitivos, ajudando a compreender o comportamento dos seus filhos, de forma que possa promover um dialogo mais construtivo e aberto, pela gestão e naturalização das emoções que as crianças sentem. inside-out-personality-islands-slice

A utilidade do filme adequa-se na recomendação para utentes em terapia individual, como recomendação aos pais, educadores/professores.

 

Intervenção em Grupos

É o tipo de filme que podemos recomendar que possa ser visualizado e discutido em grupo, com algumas formas de orientar a sessão.

Numa primeira parte da sessão podemos reflectir nas respostas a algumas perguntas:

  • Quais são as emoções?d600_11fcs.sel16-600x337
    • Qual a função de cada uma delas?
  • O que são as ilhas e para que servem?
  • Porque razão existe um comboio a passar por ali?
  • Qual a utilidade dos sonhos e pesadelos?
  • Porque razão a tristeza é tão enfadonha?
  • E porque precisamos de ter um Bing Bong na nossa imaginação?
  • Qual o motivo pelo qual a Tristeza compreende o sentimento do Bing Bong num dado momento?
  • Porque razão a Raiva perde com facilidade do controlo?
  • Porque razão os pais estão distraídos do que está a acontecer com a Riley? Serão os 2?
  • E o que fala-se aqui neste filme para além das emoções?

 

Numa segunda fase, podemos pedir que possam pensar em formas diferentes de lidar com processos de perda, como podemos pedir para partilharem algumas situações em que realmente perderam algo deverás importante, levando-os a ficar confusos com as situações e emoções que sentiram.

Poderá também ser usado para reflectir sobre os comportamentos de todos os que estiveram ao nosso lado, e como lidaram com as suas emoções, uma vez que possivelmente passaram pelo mesmo processo, mas assumindo comportamentos diferentes!

inside-out-2015-1200-1200-675-675-crop-000000

Será um momento importante para desenvolver a empatia pelos colegas a volta, como será importante manter uma postura aberta, serena e tranquila para ajudarmos a naturalização como a elaboração adequada das emoções.

É importante que possa ser explicado os processos cognitivos, em caso de partilhas muito intensas e pesadas de forma que possam compreender o que cada um consegue fazer ao mesmo tempo que respeitam o outro, sem sentirem desilusão ou incapazes de responder a necessidade do outro.

 

Boas visualizações e bons debates!