A Necessidade de Dormir

Estamos a poucos minutos de embarcarmos o mundo do sono, vamos falar dele!

O sono ocupa uma parte relevante do nosso dia, que se organiza em 24 horas. Ajuda-nos a crescer como nos ajuda a promover a organização das informações que processamos ao longo do dia. Até aqui, nada de novo.

Sabemos que o nosso sono tem 2 partes distintas:

  • NREM, ou sono não-REM;
  • REM ou Rapid Eye Movement (rápido movimento de olhos).

imagens soltas2 (3)

O Sono N Rem acaba por passar por diferentes fases:

Fase Um: Em minutos o corpo entra num processo de cochilar, seu cérebro produz o que é chamado de ondas alfa e teta e seus movimentos oculares diminuem a velocidade.

Em 7 minutos, activamos o sono leve – estamos em alerta ao mesmo tempo que estamos já a dormir.

Fase Dois: é bastante leve, o cérebro produz aumento repentino na frequência das ondas cerebrais, conhecidos como fusos do sono, seguido da diminuição das ondas cerebrais, promovendo uma “soneca de energia”.

Estágios Três e Quatro: Este estágio é o começo do sono profundo, quando o cérebro começa a produzir ondas delta mais lentas.

Nestas fases, o corpo torna-se menos sensível aos estímulos externos. O cérebro produz ainda mais ondas delta e você se move para um estágio ainda mais profundo e restaurador do sono. É mais difícil acordar durante este estágio. É quando o corpo repara músculos e tecidos, estimula o crescimento e o desenvolvimento, estimula a função imunológica e acumula energia para o dia seguinte.

Movimento Rápido dos Olhos (REM) Sono: entra após 90 minutos depois de adormecer inicialmente, com uma duração até uma hora. Um adulto médio tem cinco a seis ciclos REM a cada noite. Nesta fase, o cérebro torna-se mais activo. Acabando por promover o desenvolvimento dos sonhos, os olhos se movem rapidamente em direcções diferentes.

A frequência cardíaca e a pressão sanguínea aumentam, e a respiração se torna rápida, irregular e superficial. O sono REM desempenha um papel importante na aprendizagem e na função da memória, pois é quando o cérebro consolida e processa as informações do dia anterior, para que elas possam ser armazenadas em sua memória de longo prazo.

 

Sabemos também que o horário de sono, se altera consoante a idade, como podemos observar com os estudos realizados pelo National Sleep Foundation.

Idade

Horas de Sono

3-5 Anos

10h – 13h
6-13 Anos

10h – 11h

14-17 Anos

8h – 10h

18-25 Anos

7h – 9h

26-64 Anos

7h – 9h

Mais de 65 Anos

7h – 8h

Sabemos a importância de alguns cuidados do sono, de forma que possamos manter a nossa rotina diária, com um sorriso nos lábios. Podemos identifica-los com:

  • Manter Ritmos de Sono – desde a infância, de forma que possam estruturar o dia a dia e permitir um descanso reparador.
  • Evitar refeições tardias, pesadas como bebidas excitantes;
  • Desligar todos os aparelhos eléctricos para promover um descanso total;
  • Manter o quarto escuro, dentro do que cada pessoa prefere, tendo em conta que nem todas as pessoas se sentem seguras com a escuridão total;
  • Manutenção da temperatura no local onde dormimos.

imagens soltas2 (4)

 

Sabemos também que o ritmo actual da sociedade, leva a que cada vez mais haja trabalhos por turnos, o que leva a não respeitarmos adequadamente o nosso ciclo, originando a presença de uma maior irritabilidade no dia a dia de vários profissionais.

Como verificamos a presença da insónia, sonolência diurna excessiva, sono de má qualidade, falta de energia, ansiedade e depressão.

 

Sabemos tudo isto, tanto por leituras como por experiência pessoa, contudo surge a pergunta óbvia, porque razão continuamos a desvalorizar as horas de sono?

 

Referências Bibliográficas:
Peretz  Lavie – O mundo encantado do sono – Climepsi Editores
Sleep Foundation