Editorial – A angústia

Todos os dias, a angustia invade várias vidas sem dó nem piedade!

Retira valor, animo, esperança… baralha tudo como se não houvesse um amanhã.

A angústia pesa no peito, como se um elefante se sentasse em cima de nós!

Diz-se por muitas casas e muitas ruas: “Tu se quiseres consegues sair disso!”, “Tens de ser forte!”

Poucos perguntam “Queres partilhar comigo o que se passa dentro de ti?”, afinal partimos do pressuposto que o outro deve ser um super homem ou uma super mulher! Menos é impossível!

E a angústia alimenta-se da insegurança, da dúvida, da tristeza, da exigência, alimenta-se de todos os momentos em que receamos!

E várias perturbações mentais se desenvolvem na sua sombra, que originam comportamentos que não queremos ter, decisões que não queremos tomar, emoções que não queremos sentir, pensamentos que não queremos ter.

E nem sempre se consegue aliviar uma angústia assim sozinho!

É preciso ajuda! Porque no caminho da vida precisamos da companhia do outro para chegar mais longe!