Sensibilização Bullying – 20 de Outubro

Como detectar uma situação de Bullying em contexto escolar?

Num contexto escolar, onde surgem várias solicitações ao mesmo tempo, é um verdadeiro desafio estar com atenção dispersa por todos os alunos, contudo surgem alguns sinais que podem ajudar a desenvolver uma maior capacidade de observação e sinalização em tempo útil.

Alguns dos sinais de alerta são:

Escolar/Académico

  • pouca/nenhuma vontade em ir a escola;
  • perda de interesse nas actividades académicas;
  • declínio na qualidade do trabalho académico;
  • dificuldade em concentrar-se nas aulas;
  • pouco tempo no intervalo (vai mais tarde e vem mais cedo);
  • desiste de actividades que gosta quando ocorrem em contexto escolar;

Social

  • poucos amigos e dificuldades em fazer amigos;
  • pouco domínio das suas competências sociais para se inserirem num grupo; 
  • prefere a companhia do adulto durante os adultos no intervalo e almoço;
  • provoca, importuna, injuria e irrita os outros, não sabe parar;

Físico

  • frequentes dores de cabeça, estômago ou outras;
  • perda de apetite;
  • arranhões, nódoas negras, roupas rasgadas sem explicação óbvia;

Emocional

  • passivas – ansiosas, inseguras, e procuram defender-se a si próprias;
  • provocativas – temperamentais, criam tensões e lutam sempre em resposta;
  • preocupação com a sua segurança nos diferentes trajectos entre salas, escola-casa, outros;
  • culpa-se pela situação;
  • fala em fugir de casa;

Bullying VII

Após os sinais de alerta, alguns dos comportamentos que muitos professores e auxiliares de educação já apresentam corresponde ao fazer alguns sondagens junto dos colegas para compreenderem o que poderá estar a acontecer.

Nestes momentos quando validado as suspeitas, é iniciado o período de investigação sobre o incidente ou incidentes, sendo relevante questionar junto de todos os intervenientes, de forma individual.

Será igualmente importante activar a rede de apoio, nomeadamente o apoio do psicólogo ou técnicos de intervenção prioritária (existentes em algumas escolas), que possam ajudar os alunos.

Se a situação for grave como sendo uma ameaça, será relevante tomar medidas junto da respectiva direcção da escola, como com o professor titular, de forma a encontrarem uma forma de sanear a situação.

Em qualquer uma das situações será relevante manter uma postura compreensiva da situação, para ajudar a partilha da informação sobre os incidentes como a sua capacidade de reflexão sobre as diferentes situações.

Poderá pedir ajuda às entidades:

 

Será relevante o trabalho em rede com outros técnicos, professores, auxiliares e pais, de forma a ajudar os alunos a resolverem a situação como também a terem posturas ajustadas e respeitadoras face aos seus colegas.

 

Até ao próximo artigo!

 

Poderá aceder as seguintes referências que serviam de apoio a elaboração do presente artigo:
Bullying Não – Recursos Digitais
CyberBullying – Internet Segura
Centro de Prevenção Bullying – Facebook