Fonética e Fonologia

Hoje vamos falar sobre a fonética, fonologia e consciência fonológica.

Segundo a American Speech Language Hearing Association (2003), os primeiros sinais que o desenvolvimento da linguagem na criança está alterado são:

Terapia da Fala 2

trocas ou omissões na produção;

limitações em desempenhar habilidades metafonológicas (capacidade de identificar e manipular as estruturas sonoras);

 

Sabe o que é a Fonética e Fonologia?

A Fonética estuda os sons da fala, a produção e a percepção da mesma (1)ou seja, estuda os movimentos articulatórios das estruturas anatómicas que produzem diferentes sons, conforme o ponto de articulação e fluxo de ar (2).

A Fonologia, estuda a função e os sons da língua, ou seja, a forma como os sons (fonemas) de uma palavra se organizam para produzir diferentes significados distinguindo-as e diferenciando-as entre si (3).

 

É a partir da Fonologia, que se desenvolve o estudo da Consciência Fonológica.

E o que trata a Consciência Fonológica?

A consciência fonológica estuda a capacidade metalinguística – análise e reflexão da estrutura fonológica da linguagem oral, ou seja, estuda a capacidade de análise consciente ao nível do reconhecimento, discriminação, isolamento e manipulação, da unidade de som de uma língua (4).

A consciência fonológica divide-se em três parâmetros (5):

  • Na consciência silábica (ex: pa – tos);
  • Na consciência intrassilábica (ex: [p.a] [t.os]);
  • Na consciência fonémica (ex: p.a.t.o.s).

Deixo-vos a informação de quais os marcos e fases normativas para a aquisição do parâmetros:

Faixa etária

(A – anos, M – meses)

Fonética Fonologia Consciência Fonológica
[3A – 3Ae6M] a, e, i, o, u, p, t, k, b, d, g, f, s, x, v, m, n, nh, r

(ex: pai, pato, cão, boa, dá, gato, faca, sai, xau, vai, mãe, não, minha, rua)

Oclusão, Posteriorização, Anteriorização (ex: diz paca em vez de faca, diz gedu em vez de dedo, diz dato em vez de gato) Noção de rima, cria / inventa novos vocábulos
[3Ae6M – 3Ae12M] l, lh, x

(ex: lua, olho,  gatos (tem som de x))

[4A – 4Ae6M] z, j, r, pl, cl, fl (ex: zoo, jipe, cadeira, planta, clara, flor) Despalatalização, Palatalização (ex: diz sapéu em vez de chapéu, diz vaxoura em vez de vassoura) Capacidade de segmentação silábica mais fácil em palavras com duas sílabas, maior dificuldade em palavras polissilábicas e / ou monossilábicas.
[4Ae6M – 4Ae12M] r (em final de sílaba), fr, vr, br, cr (ex: carta, frango, livro, branco, creme)
[5A – 5Ae6M] l (em final de sílaba), pr, tr, dr, gr (ex: calças, preto, trança, dragão, tigre)

Desvozeamento (ex: Xipe)

Capacidade metafonológicas (analise do fonema)
[5Ae6M – 5Ae12M] Capacidade total de segmentação silábica em polissílabos e monossílabos, existe dificuldades e lacunas na consciência fonémica.
[6A – 6Ae6M]

Capacidade

metafonologica, devido à aquisição da escrita, bom domínio de todos os níveis de Consciência Fonológica

[6Ae6M – 6Ae12M] Omissão de consoante final, Redução do grupo consonântico, Semivocalização de líquida (ex: diz come em vez de comer, diz tevisão em vez de televisão, diz coba em vez de cobra)
[7A – 7Ae6M] Redução de sílaba átona pré-tónica (ex: diz tefone em vez de telefone)
(6)

Uma avaliação precoce nestas áreas, em idade pré-escolar ou escolar, contribui para identificar de possíveis alterações, mas essencialmente para a aprendizagem e sucesso na relação da leitura e escrita (7).

 

 

Referências bibliográficas:
(1) –  Mateus, Falé & Freitas, 2005;
(2) – Mateus, Falé & Freitas, 2005; Raphael, Borden & Harris, 2007;
(3) – Mendes, Afonso, Lousada & Andrade, 2013;
(4) – Antunes, 2013;
(5) – Alves, Freitas & Costa, 2007;
(6) – Sim-Sim, 1998; Cielo, 2001; Freitas, Alves & Costa, 2004; Antunes, 2013 e Mendes, Afonso, Lousada & Andrade, 2013
(7) – Castelo, 2010; Alves, Freitas & Costa, 2007; Bernardi de Novaes, Mishima & Santos, 2013.