T.I. Treino de Competências Sociais na Criança

Hoje vamos abordar o Treino de Competências Sócio Emocionais na Criança no Âmbito da intervenção em Psicologia e, também, a importância desta estimulação na esfera familiar e escolar!Rádio

Tendo em conta até alguma literatura neste âmbito como, por exemplo, Educar com Mindfulness, de Mikaela Övén é fundamental uma criança ter uma boa imunidade ao nível da sua autoestima pois isso ir-se-á refletir em todos os domínios da sua vida.

Quando há desestabilização emocional associada a um autoconceito e autoestima reduzidos isto traduz-se, muitas vezes, num comportamento desajustado. Assim, por base está uma perceção de si enquanto criança desajustada no mundo, ainda em construção e, consequentemente, dificuldades na comunicação com o outro.

 

Intervenção em Psicologia

Deste modo, hoje iremos focar-nos sobretudo nos passos a seguir numa intervenção terapêutica com a criança, em Psicologia:

  • AutoconceitoImagética
  • Autoestima
  • Tomada de decisões
  • Comunicação

 

Tendo em conta o Autoconceito e a Autoestima, considerados de certo modo como os fatores de “imunidade social” – Educar com Mindfulness, será primordial iniciar a intervenção por aqui, ajudando a criança a percepcionar-se com o seu devido valor e reforçando as suas competências.

A Tomada de Decisões começa a ser importante também, desde um 1º ciclo, na consciencialização do que é uma decisão, das várias situações nas quais se tem de pensar primeiro e suas consequências (positivas e negativas) para, depois, agir! A criança começa a ter perceção de que as suas decisões podem afetar direta ou indiretamente os outros e aqui, fazemos ponte para uma competência base como seres humanos – a Empatia.

Ao nível da Comunicação, será de extrema importância ajudar a criança (e os pais) a tomar consciência da forma como comunicam com os outros e até em família. Neste sentido, estar atentos à postura corporal e facial do outro, que remete para a exteriorização das emoções, em relação! E, ainda, para o discurso – aquilo que é dito e de que forma. Todos estes aspetos são no fundo sinais que damos ao outro e que o outro nos transmite, quando estamos em comunicação.

Âmbito Escolar e FamiliarDia do Professor

No seguimento do que referimos anteriormente, também com os Educadores e Pais poderá ser importante refletir estas questões, em particular da comunicação, isto é, ajudar os adultos que estão com a criança a compreender o seu modo de funcionar e comunicar, tendo em conta os esquemas de comunicação que a criança está a aprender. Tal como, poderá ser pertinente auxiliar estes mesmo adultos a pensar e tomar consciência do seu próprio modo de comunicar com a criança.

E hoje terminamos com uma frase que resume ao mais importante tudo o que foi abordado:

Quanto mais fiel for à sua voz interior, melhor vai conseguir ouvir o que se ouve no exterior.

(Dag Hammarskjöld cit. in Educar com Mindfulness)

Até breve!