1º de Maio – Dia do Trabalhador

Hoje é o Dia do Trabalhador – 1º de Maio – pela matina começa a jorna em muitos locais de trabalho.

operario

Seja no campo, industria, comercio, serviços, milhões de pessoas por todo o mundo iniciam o seu dia de trabalho. Em muitos locais sabem a que horas começam, não sabem a que horas acabam e não ganham mais por isso! Por isso é importante continuarmos a lutar por melhores condições para todos.

Por todo o mundo festeja-se este dia, que remonta ao 1º de Maio de 1886, nos EUA, quando mais de 500 mil trabalhadores saíram às ruas de Chicago, numa manifestação pacífica, exigindo a redução da jornada de trabalho para oito horas. Em consequência, a polícia tentou dispersar a manifestação, ferindo e matando dezenas de operários.

linha de montagem

A luta continuou e passado 4 dias, voltaram às ruas para lutarem pelos seus direitos, e novamente foram reprimidos pela sua luta e muitos acabaram presos.

Valeu aos jornalistas registarem a informação para que opinião pública começasse a olhar de forma diferente para os direitos dos trabalhadores.

Em 1889 o Congresso Operário Internacional, reunido em Paris, decretou o 1º de Maio como o Dia Internacional dos Trabalhadores.

E desde esse dia, vai-se festejando e lutando por condições de trabalho condignas!

Em Portugal começamos a festejar após o 25 de Abril de 1974!

 

E ouvimos sempre pelas rádios –  Maio Maduro Maio de Zeca Afonso

 

Maio maduro Maio
Quem te pintou
Quem te quebrou o encanto
Nunca te amou
Raiava o sol já no sul
E uma falua vinha
Lá de Istambul

Sempre depois da sesta
Chamando as flores
Era o dia da festa
Maio de amores

Era o dia de cantar
E uma falua andava
Ao longe a varar

Maio com meu amigo
Quem dera já
Sempre no mês do trigo
Se cantará
Qu’importa a fúria do mar
Que a voz não te esmoreça
Vamos lutar

Numa rua comprida
El rei-pastor
Vende o soro da vida
Que mata a dor
Anda ver, Maio nasceu
Que a voz não te esmoreça
A turba rompeu

Zeca Afonso