M.I. O Pomar

Os próximos materiais que vos iremos falar estão também disponíveis para visualização no nosso canal de youtube.

Neste artigo iremos descrever o jogo “O Pomar” para que possam usufruir do mesmo ao máximo! Este é o primeiro de alguns jogos que vos iremos apresentar no sentido de dar  aos pais ideias de como dar continuidade do trabalho feito em sessão mas de uma forma mais lúdica e interativa.

Nome O Pomar
Marca HABA
Local de compra Cristina Siopa
Custo aproximado 36.90€

Este material contêm:

O Pomar (1)

  • 1 tabuleiro;
  • 1 dado;
  • várias peças representativas de frutas (pêras, ameixas, cerejas e maçãs);
  • cesto para guardar frutas;
  • puzzle com 9 peças com a imagem do corvo.    

Orientações para jogar

Este é um jogo que tanto pode ser jogado a nível terapêutico como a nível familiar, sendo que pode ter entre 1 a 8 jogadores.

O jogo tem como objetivo conseguir colher todos os frutos antes do corvo atacar, isto é, se os jogadores conseguirem colher as frutas das árvores antes do corvo ganham caso contrário ganha o corvo.

É lançado o dado, que em cada uma das suas 6 faces tem as cores dos frutos, a cesta (que os jogadores tem que encher com as frutas) e a imagem do corvo. Quando sai uma cor o jogador tem que colher a fruta correspondente a essa cor, quando sai o cesto temos que colher a fruta da árvore que tem mais frutas e colocar no cesto do jogador que tem menos frutas, quando sai o corvo tem que se ir construindo o puzzle no meio do tabuleiro.

Aconselhável para crianças entre os 3 e os 6 anos.

Objectivo do jogo permite trabalhar

  • interação entre crianças e adultos;
  • criatividade;
  • pensamento lógico;
  • relação social;
  • atenção e concentração;
  • aprender a perder;
  • linguagem.

Intervenção com logo

Diferentes Aplicações 

Recomendações às Mamãs e Papás

Em Terapia da Fala

Papás e mamãs, para os casos em que querem recorrer a este jogo para reforçar o trabalho feito com os vossos filhos nas terapias, sugerimos o seguinte:

  • ver quem consegue dizer a maior diversidade de frutas e outros alimentos para além das que aparecem no jogo, sendo que podemos fazer o mesmo para as cores e animais (categorização semântica);
  • Descrever as características de todas as imagens em jogo, estando assim a estimular o vocabulário da criança e o lado mais abstrato, isto é, por vezes as nossas crianças conhecem as coisas pelo nome mas se fizermos o papel inverso de lhes dar características para chegar ao nome já lhes é mais difícil.

Em Psicologia

É um jogo que desafia a criança para jogar, sendo de alguma forma competitivo! E, assim, poderá trabalhar-se precisamente algumas competências, tais como:

  • a cedência de vez ao outro
  • saber esperar
  • saber perder
  • a comunicação.

Para além disso, será também interessante poder aliciar a criança para, sempre que ao lançar o dado sair uma cor, associar a cor a uma emoção, promovendo a partilha de um momento em que tenha sentido a mesma. Será ainda mais divertido se o adulto colaborar e partilhar com a criança!

 

Bons jogos de família!