M.I. Quem é quem?

Lembram-se dos nossos jogos do Quem é Quem? Pois é desse mesmo jogo que tantas vezes jogámos (e nos divertimos) que vos vamos falar hoje!

Nome Quem é quem?
Marca Flying Tiger Copenhagen
Local de compra Tiger
Custo aproximado  3€

O jogo que apresentamos hoje contêm:

  • 6*2, cartões em que cada um deles tem 15 imagens de animais ;
  • 90 imagens iguais a cada animal representado nos cartões do jogo;

 

Orientações para jogarQuem é Quem Quadrado

Os jogadores escolhem uma das seis possibilidades de tabuleiro com que querem jogar, de seguida, dividem de igual modo os cartões com as imagens correspondentes pelos dois jogadores. Estão prontos para começar a perguntar “Quem é quem?”, ganha o jogador que conseguir primeiro adivinhar o animal em destaque!

 

Objectivo do jogo permite trabalhar:

  • A identificação e nomeação dos animais presentes nos cartões;
  • Memória auditiva e visual;
  • Motricidade;
  • Expressão vocal dos diferentes sons; 
  • Características individuais;
  • Vocabulário;
  • Atenção.

Intervenção com logo

 

Diferentes Aplicações

 

Intervenção em Terapia da Fala 

Este é um ótimo jogo para usarmos na área da Terapia da Fala,   tendo em conta a sua versatilidade. Com um só jogo, conseguimos trabalhar vocabulário, compreensão na negação, compreensão de ordens simples e complexasopostos, construção frásica, características individuais, memória, atenção, articulação. 

Pela quantidade de áreas que podemos trabalhar e estimular, podemos afirmar que este é um jogo excelente para trazer sempre connosco como material de trabalho, e claro não podemos deixar de referir que tudo isto é feito de uma maneira lúdica, que as nossas crianças adoram e quase nem se apercebem que estão a trabalhar o que não acontece se tentarmos trabalhar estas mesmas áreas com recurso a fichas.

Quem é Quem - Tiger

Intervenção em Psicologia

No caso da Psicologia é possível trabalhar as competências da atenção e memória auditiva e visual, tão importantes para o contexto de aprendizagem escolar.

O jogo possibilita ainda trabalhar a flexibilidade de raciocínio ao criar um personagem que, apesar de já serem disponibilizadas personagens, a criança poderá fantasiar e dar um nome e enredo/história para a sua personagem escolhida. Assim, torna-se o jogo mais desafiante para a criança que poderá recorrer a personagens/heróis preferidos para, deste modo, conduzir o adulto à resposta e ao seu mundo simbólico!

Permite também estar atento à expressão facial como ao tom de voz, do outro para compreender qual será o próximo passo, aprendendo a diferenciar as diferentes emoções

Boas práticas!