T.I. de Trissomia 21

Hoje iremos dar continuidade ao tema Desenvolvimento H. Trissomia 21, falado  esta semanaTal como referido, as crianças com trissomia 21 apresentam uma tendência para iniciar e desenvolver a linguagem mais tarde, por volta dos 3 anos.

Em crianças com Trissomia 21, é necessário intervir em diversas áreas, tendo em conta que o seu desenvolvimento global é mais tardio e condicionado; sendo as áreas mais evidentes a trabalhar a:

  •  o vocabulário, a linguagem, expressão;
  • as construções frásicas ao nível gramatical; nível semântico, morfossintáticopragmático;
  • a motricidade;
  • compreensão de ordens simples ou complexas;
  • atenção e concentração;
  • tarefas de leitura e escrita;
  • (não especificando esta a ordem de prioridades de intervenção, porque cada criança apresenta as suas características e necessidades de actuação);

terapia da fala

A estratégia/técnica usada na abordagem em crianças com trissomia 21 consiste em realizar tarefas simples e fáceis de executar com estimulo visual ou sensorial para se tornarem apelativas e ajudar na memorização e por vezes tarefas consistentes e repetitivas.

  • Tarefas de associação ou emparelhamento de imagens (com nomeação);
  • Descrição de imagens;
  • Categorizações;
  • Escrita ou leitura de palavras bissilábicas (complexificando até ao texto);

são alguns exemplos que podem ser trabalhados e desenvolvidos com estas crianças. Nunca esquecendo o quão importante é, o reforço e trabalho de equipa multidisciplinar (educador/professor, fisioterapeuta, psicólogo, psicomotricista) com estas crianças. Uma intervenção em consonância permite uma aprendizagem mais concisa.

Boas práticas!