T.I. Síndrome do X Frágil

No seguimento do tema abordado no Desenvolvimento H, Síndrome do X Frágil, iremos falar um pouco sobre técnicas de intervenção utilizadas neste síndrome.

Um dos pontos que se tem em consideração aquando do momento do diagnóstico destas crianças é efetivamente o atraso no desenvolvimento da linguagem que é muito notório, principalmente na parte expressiva, sendo que é característico estas crianças começarem a falar tardiamente.

26751-2xfragil

Assim, há necessidade de intervir ao nível da:

  • Linguagem;
  • Fala;

 

Ao nível da linguagem o trabalho inicial passa muito pela estimulação da mesma, só numa fase posterior é feito um trabalho mais dirigido ao nível da organização frásica, vocabulário, inteligibilidade de discurso, conhecimento dos mais diversos conceitos, e todas as outras áreas inerentes à componente linguagem.

Ao nível da fala, as estratégias utilizadas são as mesmas que para outra criança sem estas características, no entanto, sempre que se justifique adapta-se determinado jogo ou exercício ao nível de compreensão da criança com síndrome de X-frágil para o o objectivo traçado.

Todas estas estratégias e técnicas são utilizadas para potenciar ao máximo todas as competências comunicativas e linguísticas da criança.

Boas Práticas!