T.I. A importância dos Puzzles!

Hoje vamos falar da utilidade dos Puzzle para o desenvolvimento humano!

Nome

Puzzle

Marca

Várias Marcas

Local de compra

Grandes superfícies comerciais, Bertrand, Fnac, AC-CAT, Cristina Siopa, Oficina Didáctica
Custo aproximado

Desde 5€ a 100€

Os puzzles por norma contêm:

  • 1 caixa com uma imagem;
  • conjunto de peças de puzzel pode ir deste 2 a 1000 peças (conforme o puzzel escolhido);

Orientações para jogar

A criança ou o adulto necessitará de construir a imagem apresentada na caixa do puzzle, juntando as várias peças de forma a ficarem encaixadas e uniformes.

 

 

Objectivo do jogo permite trabalhar:

  • o foco e a concentração;
  • a orientação espacial:
  • a capacidade de encaixe e pormenor;
  • a memória;
  • a atenção e foco;

 

Intervenção com logo

 

Diferentes Aplicações 

 

Intervenção Terapia da Fala & Psicologia

No caso da terapia da fala, permite uma intervenção direccionada para a  identificação, nomeação e descrição  da imagem montada, vocabulário, construções frásicas, linguagem, noções de tempo, categorias, carateristicas, construções de histórias, identificação e nomeação de sons fonológicos.

No caso da psicologia, iniciamos sempre com a construção, seguimos com a possibilidade de contar uma história sobre o material que está a nossa frente!

A diferença da utilização dos materiais, corresponde ao utente com quem iremos trabalhar, se tivermos uma situação que corresponda a uma perturbação de neurodesenvolvimento, será importante trabalharmos por fases:

  1. Orientação visuoespacial;
  2. Organização e planeamento da montagem;
  3. Associação da imagem aos diferentes conceitos que estejamos a trabalhar;
  4. Trabalhar a memória por evocação de imagens ou situações semelhantes;

Numa situação de gestão emocional, podemos ajudar a criança a fazer uma história ou mesmo uma banda desenhada, ajudando a compreender as diferentes competências psicossociais como a reflectir sobre a gestão emocional tanto sua como das pessoas que estão ao seu redor.

Noutras situações poderá ser um excelente quebra gelo para iniciar uma sessão de acompanhamento, alternando entre o utente e o técnico, a colocação da peça! Paralelamente poderá ser iniciado a exploração do que a criança ou utente gosta mais de fazer, comer, brincar.

 

Boas montagens e reflexões!