M.I. – Puzzles da Quinta

Hoje o material é dedicado aos mais pequenos (3-4 anos), com a introdução dos animais mais recorrentes da quinta – o cavalo, as ovelhas, as galinhas e os galos, o cão e o peru. É mais um material do nosso baú de intervenção.

NomePuzzles da Quinta
MarcaEduca
LocalLojas de Distribuição e de brinquedos
Custo aproximado4€ a 6€

Recomendado para crianças com +3 anos

Composto por:

  • 2 puzzles;
  • Cada 1 com 3 animais diferentes;
  • 9 e 12 peças cada puzzle, 21 peças no total.

Os puzzles permitem trabalhar:

  • Observação;
  • Concentração e Foco;
  • Vocabulário;
  • Reconhecimento de padrões e imagens;
  • Reconhecimento dos animais;
  • Vocalização dos sons dos animais;
  • Consciência fonológica;
  • Motricidade fina.

Recomendações

Como falamos no artigo A importância dos Puzzles, é relevante a estimulação da criança por via do reconhecimento de padrões e imagens, mesmo que possam faltar elementos (peças), na construção dos diferentes puzzles, recorrendo a sua motricidade fina para encaixar as peças e montar uma imagem.

E nas crianças mais pequenas precisamos de começar por puzzles com 2 a 3 peças, contudo aos 3 anos, podemos já introduzir os puzzles de 9 peças e explorar um determinado tema, como o da quinta.

Apesar de muitas as crianças ainda não terem visto os animais das quintas, muitas vezes estes são os primeiros a serem introduzidos a par com os animais selvagens, ajudam a criar a definição do conceito de animais domesticados pelo humano.

Neste sentido após a montagem podemos explorar o reconhecimento por via de perguntas:

  • Quantos animais?
  • Quais os animais?
  • O que aparece na imagem?
  • Os animais estão todos juntos?
  • Existe alguma casa no puzzle? É casa de animais ou de pessoas?
  • Existe algum casal de animais?
  • Como está o Sol? E o Galo?
  • Existe algum legume ou algo para comer?
  • Existe algum transporte?
  • Como se sentem todos?

Algumas destas perguntas permitem compreender se a criança consegue:

  • Reconhecer os animais e espécies;
  • Legumes – comida;
  • Numeração;
  • Emoções;
  • Identificar a percepção de profundidade;
  • Tipos de transporte;
  • Tipos de locomoção;
  • Género;

Depois de iniciarmos com o puzzle, podemos ir buscar os animais da quinta e associarmos os animais em 3D a cada um dos puzzles.

Enquanto associamos os sons que cada animal produz quando tenta comunicar com o mundo.

Outras atividades paralelas que podemos associar neste momento de estimulação, correspondem:

  • Construção dos animais em plasticina;
  • Desenho nas folhas pelas sombras dos animais;
  • Desenho de uma quinta imaginária;
  • Elaboração de uma história simples com a escolha de um animal para a personagem principal.

Em qualquer uma destas atividades será necessário paciência, tempo e pouco ruído (evitar televisões, telemóveis, computadores por perto) para garantir uma melhor concentração e uma maior dedicação ao tempo de qualidade que a criança e o adulto irá necessitar.

Boas montagens de puzzles e um bom tempo de qualidade!